blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

A casa cinco e como nós criamos

Entenda melhor como funciona a casa cinco no seu mapa astrológico e veja o que deve prestar atenção de acordo com o movimento dos astros!

Felícia Nova

22/09/2023

2 min de leitura

Felícia Nova

2 min de leitura

Hello Oceaners! Como vocês estão?

Hoje vamos falar de uma casa muito especial, um lugar de prazer de criatividade e não para por aqui. Bóra conhecer melhor a quinta casa da nossa mandala astrológica.

Sobre as casas astrológicas 

Quando olhamos para o nosso mapa astral visualizamos uma mandala onde se distribuem doze signos bem como doze casas. Cada uma das casas representa uma circustância, um lugar, uma área da nossa vida.

Acho interessante pensarmos que assim como numa peça de teatro ou em um filme, os planetas são os atores, os signos são os papéis que eles interpretam e as casas são o cenário onde as cenas se desenvolvem.

A casa cinco na astrologia

Após deixarmos a quarta casa, onde falamos das nossas raízes e da nossa base familiar, chegamos na quinta casa e no nosso momento de criação.

Essa área nos fala acerca dos nossos filhos, sobre a nossa fertilidade, não apenas física mas também a imaginativa.

Quando pensamos na solução de problemas, em como saímos de uma situação difícil olhamos também para a casa cinco. Afinal, isso exige também a nossa habilidade criativa.

Aquilo que criamos também são como filhos, e nosso lado artístico também é visto aqui!

A quinta casa também se relaciona com sexo, visto que ela também é a casa que fala do que nos da prazer, e o ato sexual é necessário para criarmos a vida.

É na casa cinco que corremos riscos, sendo ela também associada aos jogos de azar é a nossa sorte.

A casa cinco forma um trígono com o nosso ascendente, sendo ambas do mesmo elemento. Por isso, ela exerce uma grande influência na nossa personalidade. Nela entendemos os nossos hobbies e a nossa maneira de nos divertir! Delicinha néam?

ROTININHA CÓSMICA

No dia 3 de setembro Vênus saiu da sua retrogradação e ganha força no seu movimento direto no dia 7 de outubro.

É hora de seguirmos adiante nas nossas relações, depois de termos reavaliado a nossa maneira de nos relacionarmos com os outros bem como para conosco.

Se tivermos feito a nossa lição de casa cósmica, agora estaremos olhando para os nossos afetos de uma forma mais alinhada com os nossos valores.

Vênus direto no signo de leão nos chama para o nosso coração e para o entendimento de que um coração aberto é flexível, maleável e inquebrável.

Vale ressaltar também o nosso lado financeiro reavaliado nesse período. Agora estamos mais conectados em canalizar os nossos gastos com aquilo que realmente valorizamos.

Nesse período a nossa vaidade e auto estima estão em alta assim como nossa busca por prazeres e diversão.

Ps: sim! A casa cinco é a casa natural do signo de leão, então qualquer semelhança não é mera coincidência!

compartilhe