blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

Ácido kójico: conheça os benefícios desse ativo

O ácido kójico é o queridinho contra as manchas da pele! Vem entender mais sobre o ativo: o que é, benefícios, quem pode usar e onde encontrar.

Dra. Adriana Vilarinho

18/08/2023

5 min de leitura

Dra. Adriana Vilarinho

5 min de leitura

Foto de um rosto com melasma e um aplicador de sérum.

A gente AMA falar de skincare, principalmente quando envolve ácidos para o rosto, mas isso já deu para perceber, né? Então, fique ligada, porque hoje é dia de conversarmos sobre mais um deles!

E ele é o ativo que está conquistando as rotinas de skincare por aí: o ácido kójico! Essa belezinha tem ação antioxidante, clareadora e age como um “freio” na ação natural de envelhecimento.

Além disso, nós conseguimos encontrar esse ácido em vários produtinhos, o que vai deixar o seu skincare ainda mais completo (só melhora!). Continue lendo para entender o que é o ácido kójico e todos os seus benefícios. 😉

Foto de um aplicador depositando um sérum com ácido em uma superfície.

O que é o ácido kójico?

Por mais diferente que pareça, o ativo que está sendo tão usado no skincare surge a partir da ação de vários fungos por conta da fermentação do arroz e da soja. Resumindo, seus benefícios são todos naturais.

Inclusive, você sabia que ele não é um ácido forte e muito menos fotossensível? Ou seja, pode ser usado durante o dia e não tem contraindicações — mas isso não quer dizer que não precise seguir as instruções da sua uma dermato, ok?

Como o ácido kójico atua na nossa pele?

Sabe quando temos uma inflamação na pele, acne ou até quando tomamos muito sol e algumas áreas do nosso corpo ficam com maior concentração de melanina? Então, é aí que o ácido kójico entra.

A função dele é, basicamente, impedir a “aglomeração” de melanina. Isso significa que esse ácido reduz aquelas manchinhas incômodas que surgem no rosto e no corpo. Ou seja, se você tem melasma, ficou muito tempo no sol ou se tem cicatrizes de acne, invista no ácido kójico!

Foto do rosto de uma mulher que apresenta manchas de melasma na bochecha.

O ácido não deixa que a tirosina, um aminoácido envolvido na síntese de melanina, seja formada e, consequentemente, a produção de melanina cai, provocando o clareamento da pele. Ele também propicia a descamação e a renovação das células da pele, fazendo com que novas — e mais claras — surjam no lugar.

Quais os benefícios do ácido kójico?

Já falamos sobre o clareamento das manchas do rosto, mas tem mais. Esse ativo ainda é responsável por ajudar a clarear as olheiras, hidratar a pele e prevenir e retardar o envelhecimento da derme devido à ação do sol, reduzindo as rugas e linhas de expressão — tudo o que você queria ouvir. ✨

Outros benefícios super legais do ácido são a diminuição da intensidade da pigmentação de cicatrizes, ação antioxidante, uniformização da textura da pele, tratamento de infecções fúngicas, microbianas e o combate à acne provocada por bactérias. Legal, né?

Quais tipos de pele podem usar ácido kójico?

Por ser um ativo criado a partir da fermentação vegetal e não fotossensível, ele é um ácido super seguro para todo mundo que quiser aproveitar de seus benefícios.

Ah, mas se você estiver grávida ou se a sua pele for hipersensível, vale à pena entrar em contato com a sua dermatologista primeiro para garantir, combinado?

Como usar o ácido kójico no dia a dia?

Lembra que a gente falou que o ácido kójico já pode ser encontrado em vários produtos? Algumas das opções são loções, séruns, cremes, máscaras faciais, géis e mais. Experimente também juntar o ácido kójico com o ácido glicólico e veja como seu skincare ficará muito mais potente!

Foto do creme rejuvenescedor que contém ácido glicólico em sua composição.

A frequência do uso vai depender do seu objetivo e da concentração do ativo, portanto, não deixe de consultar um especialista. Mas só para você ter uma noção, cerca de 1% e 2% de concentração já é o suficiente para que ele faça diferença no tratamento da pele.

Vale a pena lembrar também que o uso do ácido kójico por um longo período pode deixar a pele sensível a queimaduras solares. Então, nada de esquecer o protetor solar, hein!

Posso usar ácido kójico todos os dias?

Sim! Por ser um ativo natural, vindo da fermentação do arroz ou da soja, o ácido kójico é seguro para todos os tipos de pele e pode ser passado diariamente. Mas, para saber a quantidade e o horário ideal, é importante conversar com a dermatologista que te acompanha.

Outros ácidos para incluir na rotina de skincare

Como falamos agora há pouco, combinar ácidos nas fórmulas é um modo de melhorar ainda mais seus resultados, principalmente quando pensamos que cada pele tem uma necessidade específica. Então, vem conhecer mais duas opções que podem deixar sua pele radiante!

O ácido salicílico é indicado para peles oleosas, já que ajuda a combater essa oleosidade, melhora a textura da pele e diminui os cravos e espinhas. Ele pode ser usado tanto na limpeza facial quanto em loções secativas de espinhas.

Outra opção super legal é o ácido mandélico, que age como um esfoliante para a pele. Além de dar uma super ajuda com as acnes, ele ainda é ótimo para suavizar a aparência das rugas e linhas finas.

Está entendendo por que combinar ácidos? Você pode ter uma rotina de skincare ainda mais poderosa!

compartilhe