blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

Pode espremer espinhas? A Océane te explica!

Espremer ou não espremer a espinha, eis a questão. Quer esclarecer essa dúvida que permeia gerações? Acesse o link e entenda de uma vez por todas!

Redação Océane

04/08/2023

5 min de leitura

Redação Océane

5 min de leitura

Foto de uma mulher espremendo uma espinha.

Vamos falar de uma tentação que todas nós conhecemos bem: espremer aquela espinha chata que aparece bem no meio da testa ou no queixo, acabando com nossa autoestima, né?

Mas será que é uma boa ideia? Neste post, vamos explorar os prós e contras dessa mania e descobrir o que os especialistas têm a dizer sobre o assunto. Então role a página e fique ligada, pois as dicas irão te surpreender!

Por que esprememos espinhas?

Espremer aquelas espinhas chatas que aparecem bem no meio da testa ou no queixo é uma tentação. Pois, além de parecer que elas chamam totalmente a atenção do nosso rosto, a sensação de “acabar” com uma espinha na unha é até prazerosa para algumas pessoas.

Sem falar da pressão social de ter uma pele perfeita. Isso tudo nos faz querer se livrar dessas indesejáveis visitantes o mais rápido possível. Aí acabamos caindo na tentação de apertá-las, em busca de um alívio momentâneo.

No entanto, precisamos falar sério! Apesar de ser uma prática comum, espremer espinhas não é a melhor saída. Pode até parecer uma solução mágica para acelerar a cicatrização, mas pode causar mais problemas do que imaginamos.

É perigoso espremer espinha no rosto?

Sim, é perigoso espremer espinhas, especialmente espinhas internas que mal se formaram ainda. Entenda melhor o porquê:

  • Pode causar infecções, afinal empurrar bactérias e sujeira para dentro da pele aumenta o risco de infecção na área;
  • Agrava a inflamação, pois espremer pode deixar a pele mais inflamada, causando inchaço e vermelhidão;
  • Formação de cicatrizes, já que os danos ao tecido podem resultar em cicatrizes permanentes;
  • Propagação da acne porque a inflamação pode se espalhar para áreas próximas, gerando mais espinhas.

Então, que tal optarmos por uma abordagem mais gentil e saudável para cuidar da pele? Limpeza adequada, produtos específicos para acne e, se preciso, a ajuda de uma dermatologista são as melhores opções para uma pele feliz e radiante!

Imagem do tônico facial com AHAs e Tea Tree.

O que acontece se eu não espremer as espinhas?

Deixar as espinhas seguirem seu curso natural, é uma opção mais saudável para sua pele. A acne passa por várias etapas, desde a formação do comedão até a maturação da espinha. Quando a espinha está pronta, ela pode se resolver sozinha, rompendo ou sendo reabsorvida pelo corpo. O processo de cicatrização acontece após isso, e a maioria das espinhas cicatriza sem deixar marcas permanentes.

Alternativas para o Tratamento da Acne

Melhor que seguir o ciclo natural da acne é potencializar a etapa de cicatrização. E, você pode fazer isso utilizando fórmulas secativas e cosméticos com ativos, como ácido salicílico, óleo de tea tree e ácido azeláico. Veja como eles agem na pele:

  • Ácido salicílico: ajudam a limpar os poros, prevenindo o surgimento de novas espinhas e reduzindo a vermelhidão e inchaço;

  • Tea tree ou melaleuca: combate as bactérias da acne e controla a produção de óleo na pele, sendo ótimo para quem tem pele oleosa;

  • Ácido azeláico: combate as bactérias da acne e reduz a inflamação, além de ajudar a clarear as manchas escuras deixadas pelas espinhas.

Esses ativos são frequentemente utilizados em produtos de tratamento da acne, como loções, géis, cremes e sabonetes. É só montar o seu kit e acabar com as espinhas!

Imagem de uma mulher usando a solução secativa em sua espinha.

Aprenda 10 dicas de como tirar mancha de espinha.

Quando se deve espremer uma espinha?

Mas como tudo na vida existem exceções, em alguns casos é tranquilo espremer espinhas. Por exemplo, quando a acne estiver 100% madura: aguarde até que ela esteja com a cabeça branca ou amarela. Assim, a remoção será mais fácil e evitará danos à pele. Se liga no passo a passo para espremer sem deixar marcas:

  1. Lave bem as mãos antes de espremer para evitar infecções;
  2. Use um extrator de comedões esterilizado, nunca as unhas ou objetos pontiagudos;
  3. Aplique uma pressão delicada ao redor da espinha para evitar danos à pele;
  4. Esprema somente a espinha em si, evitando outras áreas;
  5. Limpe a área e aplique uma solução cicatrizante!

Mas não faça isso sempre, ok? Especialmente quando forem espinhas internas, pois estas são as mais perigosas e as que deixam o rosto mais marcado. Se for possível vá tratando-as e com produtos antiacne até elas sumirem.

Imagem do kit antiacne, com sérum e solução secativa.

A Importância da Consulta a um Especialista

Você também pode procurar um dermatologista, ginecologista e até endocrinologista para descobrir e tratar a causa das acnes. Consultar um especialista é super importante, pois esses profissionais têm um conhecimento especializado em suas áreas, o que significa que podem diagnosticar e tratar os problemas de forma eficaz!

A solução ideal é sempre manter uma rotina de skincare com produtinhos recomendados para o seu tipo de pele, assim não terá erro e nem perigo. Aposte em cronograma completo, com gel de limpeza, séruns de tratamento, tônico, máscaras e esfoliantes faciais e claro, uma boa e eficiente solução secativa!

Aproveite e conheça a nova linha de autocuidado facial da Océane: a Vitamina C Pura! Essa belezinha é completa e perfeita para remover manchas do rosto! Sabe o que mais você pode aproveitar? O secativo de espinhas. Ele é um sucesso!

compartilhe