blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

Conheça o Phenoxyethanol e seus benefícios p/ os cosméticos

Se você gosta de ler rótulos, já deve ter se deparado com o phenoxyethanol em algum cosmético, certo? Então, vem conhecer esse ativo super poderoso!

Redação Océane

29/08/2023

5 min de leitura

Redação Océane

5 min de leitura

Imagem de um aplicador de sérum derramando o líquido em uma superfície.

Bem-vindos a mais um mergulho na ciência por trás dos ingredientes dos nossos produtos de beleza favoritos! Hoje, vamos explorar um tópico que tem gerado dúvidas e curiosidade: o phenoxyethanol. ?

Quando lemos rótulos, muitos de nós nos deparamos com esse nome estranho. Afinal, o que é esse tal de phenoxyethanol? Será que é seguro para a nossa pele? De onde veio e por que os fabricantes o adicionam em tantos produtos? Essas perguntas, e muitas mais, estão prestes a serem respondidas.

Puxe uma cadeira e mergulhe conosco nesta jornada de descoberta. Nos próximos parágrafos, vamos explorar os usos, os benefícios e as possíveis preocupações em torno do phenoxyethanol. Afinal, sua saúde e bem-estar são nossas prioridades!

O que é o phenoxyethanol e para que ele é usado?

O phenoxyethanol é um composto presente em diversos produtos cosméticos e de cuidados pessoais. Sua função principal é atuar como conservante, prevenindo o crescimento de micro-organismos indesejados, como bactérias e fungos, nos produtos. Isso ajuda a prolongar a vida útil dos produtos e a mantê-los livres de contaminação.

Foto de uma mulher com o rosto bem hidratado pelo uso de cosméticos.

O phenoxyethanol é seguro para uso em produtos cosméticos?

O phenoxyethanol é seguro em concentrações permitidas em produtos cosméticos, tanto que é utilizado como conservante há muito tempo.

No entanto, existem preocupações sobre sua toxicidade em altas doses e quando ingerido. Algumas pessoas podem ser sensíveis a ele, causando irritação na pele ou nos olhos. Fabricantes devem seguir as diretrizes de segurança ao usar esse ingrediente em produtos cosméticos, como acontece com outros ingredientes.

Quais são os benefícios do phenoxyethanol como conservante?

  • Impede o crescimento de germes: o phenoxyethanol evita que bactérias e fungos estraguem os produtos de cuidados pessoais, mantendo-os frescos por mais tempo;
  • Funciona contra diferentes micro-organismos: ele é ótimo para parar vários tipos de germes, tornando-se uma escolha universal;
  • Combina com outros ingredientes: funciona bem com óleos, água e outros ingredientes comuns em produtos de beleza;
  • Permanece estável: não se desfaz facilmente, mesmo em diferentes temperaturas e tipos de produtos;
  • Não é fotossensível: a luz do sol não enfraquece sua capacidade de conservar;
  • Não causa problemas de pele: quando usado com segurança, não costuma causar muita irritação na pele, ao contrário de outros conservantes.
  • Aprovado pelas regulamentações: é aprovado por muitas autoridades de segurança em várias partes do mundo, desde que usado dentro das regras!

Quais produtos contêm phenoxyethanol?

Vem cá dar uma olhada nos tipos de produtos que utilizam esse ativo como conservante:

  • Cuidados com a pele: encontrado em cremes e loções, ele desempenha o papel de conservante, mantendo a integridade dos produtos ao prevenir a proliferação de microrganismos.
  • Cabelo e cuidados capilares: shampoos e condicionadores frequentemente incluem phenoxyethanol em suas formulações, assegurando a estabilidade microbiológica desses produtos.
  • Maquiagens: uma série de produtos de maquiagem, como batons e sombras, faz uso do phenoxyethanol para preservar sua qualidade e prevenir a contaminação.
  • Higiene pessoal: produtos de higiene, como sabonetes líquidos e géis de banho, integram-no para salvaguardar sua eficácia ao longo do tempo.
  • Protetores solares: o phenoxyethanol contribui para a estabilidade e durabilidade dos protetores solares, assegurando sua capacidade de proteção contra os raios UV.
  • Produtos para bebês: algumas formulações voltadas para bebês, como loções e géis de banho, incluem o phenoxyethanol para garantir a segurança e a qualidade desses produtos.
  • Cuidados oculares: em soluções para lentes de contato e produtos oftalmológicos, o phenoxyethanol é utilizado para preservar a esterilidade e a eficácia desses produtos.
  • Cosméticos para unhas: esmaltes e produtos relacionados aos cuidados com as unhas podem conter phenoxyethanol como conservante.

Foto de um aplicador de sérum demostrando a textura meio líquida e meio em gel do produto.Lembre-se de dar uma olhada nos rótulos dos produtos para ver se tem phenoxyethanol, especialmente se você é sensível a ele!

As 6 principais dúvidas sobre o alfa-arbutin!

O phenoxyethanol é adequado para todos os tipos de pele?

O phenoxyethanol é considerado seguro para a maioria dos tipos de pele, desde que seja utilizado dentro das concentrações apropriadas. No entanto, indivíduos com pele sensível podem experimentar irritações leves ou vermelhidão. Se você tem pele sensível, fazer um teste de sensibilidade antes de usar é aconselhável. Sua presença em produtos para bebês sugere que é bem tolerado por peles delicadas.

O phenoxyethanol oferece algum risco de alergia ou irritação?

A quantidade segura de phenoxyethanol em produtos varia, mas geralmente fica entre 0,5% e 1%. É diferente para produtos de bebês e peles sensíveis, onde costuma ser menos de 1% para evitar irritações.

Posso usar produtos com phenoxyethanol durante a gravidez?

Ainda não há certeza se usar produtos com phenoxyethanol durante a gravidez é seguro ou não. Não há muitas provas de que seja prejudicial, mas algumas pessoas preferem evitar só para garantir. Perguntar ao seu médico é a melhor opção!

Teste de sensibilidade ao phenoxyethanol

  1. Escolha uma parte pequena da pele, como o braço interno ou atrás da orelha;
  2. Limpe a área com água e sabonete suave e seque bem;
  3. Aplique o produto: deposite um pouquinho do produto com phenoxyethanol na área. Use o produto puro, sem misturas.
  4. Espere 24 horas e não mexa na área;
  5. Observe a Pele: durante o dia seguinte, veja se aparece alguma reação como vermelhidão, coceira ou inchaço;
  6. Avalie: se nada acontecer, é provável que seu corpo não seja sensível. Mas se der alguma reação, pare de usar.

O teste não é infalível, mas dá uma ideia se você é sensível ao phenoxyethanol. Se você já teve problemas de pele ou alergias, o melhor é falar com um dermatologista antes de usar produtos com esse ativo. Beleza?

Lembre-se de que, como consumidores conscientes, é essencial compreender os componentes dos produtos que usamos diariamente. Agora que você conhece mais sobre o phenoxyethanol, está mais equipado para tomar decisões informadas sobre os produtos que escolhe para cuidar da sua pele!

Aproveite para conhecer o ácido kójico, um famoso ingrediente dos produtos de skincare. E aproveite essa trilha de aprendizado sobre os ativos queridinhos do universo do autocuidado! ❤

compartilhe