blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

A casa dez na astrologia e meio do céu

Entenda todos os aspectos da casa dez no seu mapa astral e veja como os próximos trânsitos podem te influenciar com Marte e Vênus em aquário.

Felícia Nova

20/02/2024

3 min de leitura

Felícia Nova

3 min de leitura

palco com luz holofote

Hello Oceaners!! Tudo bem por aí? Vamos continuar nosso percurso nas casas astrológicas falando sobre o tão famosos meio do céu?

Então bóra lá, bóra de casa dez!!

Sobre as casas astrológicas

Quando olhamos para o nosso mapa astral visualizamos uma mandala onde se distribuem doze signos bem como doze casas. Cada uma das casas representa uma circustância, um lugar, uma área da nossa vida.

Acho interessante pensarmos que assim como numa peça de teatro ou em um filme, os planetas são os atores, os signos são os papéis que eles interpretam e as casas são o cenário onde as cenas se desenvolvem.

A casa dez no mapa astral

A famosa casa dez é a casa mais alta do nosso mapa natal e é mais conhecida como meio do céu.

A depender do sistema de casas astrológicas utilizados, pode acontecer do meio do céu se localizar na casa nove ou onze. A décima casa, assim como a primeira quarta e a sétima, é uma casa angular e qualquer planeta localizado nela ganha um destaque na nossa análise.

A décima casa fala da nossa vida pública, da nossa reputação, notoriedade e propósito. Quando falamos sobre carreira e finanças lembramos que a segunda casa também se refere a esses assuntos, porém na décima casa temos um chamado de propósito de vida de carreira enquanto a segunda casa se refere mais às nossas finanças e a nossa maneira de ganhar dinheiro.

Claro que esses dois aspectos das nossas vidas podem andar de mãos dadas, mas muitas vezes o nosso chamado de vida não se alinha com aquilo que fazemos para obter o nosso sustento.

Essa casa fala muito da nossa pessoa pública e de como somos vistos. Mas vale ressaltar que quando temos a maioria dos planetas abaixo da linha do horizonte, tendemos a ter uma vida mais privada, ao passo que se tivermos muitos planetas na décima casa, estamos mais expostos, somos mais vistos e temos mais notoriedade.

Essa casa fala da nossa reputação, daquilo que falam sobre nós quando não estamos presentes. É importante lembrarmos que mesmo sem sermos famosos, podemos ser muito conhecidos na nossa vida profissional e é nessa parte mais alta do nosso mapa que sentimos a força dessa coroa.

Rotininha Cósmica

MARTE E VÊNUS EM AQUÁRIO

O céu está com uma grande ênfase na constelação aquariana, e mesmo com a saída do sol e de mercúrio nesta semana, também tivemos o ingresso de Marte no dia 13 e de Vênus no dia 16 de fevereiro e dias após, ambos acabaram se encontrando com o planeta Plutão e formando conjunções únicas.

Com toda essa energia planetária em um signo de ar, as nossas ideias, pensamentos e conexões se destacam, assim como os assuntos referentes a casa que temos Aquário em nosso mapa astral. 

No dia 14 tivemos a conjunção entre Marte e Plutão. Apesar de Marte encontrar Plutão a cada 2 anos, é a primeira vez que todos nós vivenciamos isso no signo de Aquário então vale observar como nos sentimos por volta desse período, pois podem se revelar novos tópicos que nos façam sentir atraídos, uma nova atividade, um novo tipo de debate ou ideia, alguma paixão que nos façam ficar interessados nos próximos anos. E também a forma que canalizamos a nossa energia física a nossa motivação bem como a nossa forma de tomar decisão.

Marte em Aquário deixa nossa energia muito voltada para o campo mental, então até a sua saída em 2 de março devemos nos atentar ao nosso corpo, e não negligenciar as suas necessidades. 

Vênus fala de beleza, prazeres e relacionamentos. Agora que ele se encontra em Aquário, nós ficamos voltados para criarmos conexões mentais e criativas, relacionamentos que considere as necessidades de cada um e que não deixemos de lado a nossa própria individualidade.

A ideia de futuro é muito presente em Aquário, então também é natural que nesse período a gente pense mais no futuro das nossas relações e naquilo que valorizamos. Com o encontro de Vênus e Plutão, a gente pode ficar mais obsessivo nos nossos pensamentos e intensificar os nossos desejos de prazer, de possuir algo que não sai da nossa cabeça, enfim em algo ou alguém que seja o nosso objeto de desejo.

Vênus em Aquário nos faz transformar as nossas relações, mas também pode trazer à tona verdades duras de coisas não estão mais funcionando e que teremos que lidar.

Gostou desse contéudo? Confira aqui mais posts de astrologia para se autoconhecer.

compartilhe