blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

Tranças para cabelo cacheado: 5 tendências para aderir!

Ei, cacheada! Tá afim de mudar o visual e não sabe como? Vem cá conferir as principais tendências de tranças como a gypsy braids, box braids, nagô e mais!

Redação Océane

10/03/2023

6 min de leitura

Redação Océane

6 min de leitura

modelo com cabelo trançado box braids

Tranças para cabelo cacheado ou no cabelo crespo é uma aposta que não tem erro. Elas deixam o visual versátil, mais fácil de fazer a manutenção diária e ainda estão muito em alta.

Para apostar nesse visual, é ideal que seu cabelo esteja bem saudável, ou seja, que o cronograma capilar esteja em dia. Assim, o uso máscaras capilares para hidratação, nutrição e reconstrução deve ser rotina nos fios. Preparadas? É hora de se jogar no seu modelo de trança preferido!

Confira 5 opções de trança para cabelo cacheado e crespo para apostar. Tem modelos mais finos, mais soltos ou presos. Escolha a sua preferida e arrase. Vamos lá?

1. Gypsy braids

Quem ama um visual mais solto e natural vai se identificar muito com a opção de tranças gypsy braids. Esse modelo consiste em trançar parte do cabelo e deixar o restante solto naturalmente, com a curvatura natural do fio.

modelo com tranças gipsy braids

O legal é que ele pode ser feito tanto com o cabelo natural, como com a ajuda de extensores caso queira um cabelão e o seu esteja mais curto no momento. Um visual bem verão é apostar em pontas mais claras para contrastar caso você tenha uma raiz mais escura.

O importante caso você opte por esse tipo de trança é ter o cuidado diário de desembaraçar os fios que ficam soltos com creme de pentear ou leave-in. Assim, eles não vão formar nós que sejam impossíveis de serem desfeitos, tendo que optar pelo corte de mechas.

2. Nagô

A trança nagô também pode ser chamada de trança raiz. Como o próprio nome sugere, esse modelo é aquele que fica bem grudadinho na raiz do cabelo. Quanto mais fechada a curvatura do seu cabelo, mais ajustado o penteado fica.

modelo com tranças nagô

Esse tipo de trança é aquela que usa mechas mais finas por vez, deixando o visual bem delicado. Assim, é possível fazer muitas tranças, uma do lado da outra, para destacar bem o trançado. Outra opção legal é fazê-las em apenas uma parte do cabelo, como nas laterais ou na parte de cima, sendo o trançado um detalhe no cabelo.

A trança nagô também permite que diferentes desenhos de trançado sejam feitos, como mais geométricos, irregulares ou outra forma que você gostar!

3. Jumbo

As tranças jumbo são feitas a partir de um material bem natural, que até se parece muito com um cabelo real. Por isso, ele é a escolha de muita gente! Esse tipo de trança pode ser incorporada em diferentes versões de trança, já que o nome vem, na verdade do material que é usado para criar um volumão.

modelo com trança jumbo

Por isso, abuse dos modelos com o fio jumbo para uma aparência natural. Por ser bem levinho, o modelo também permite que você tenha um cabelo trançado bem comprido sem pesar na cabeça ou ser incômodo.

4. Box braids

Outro modelo bem famoso é são as tranças box braids. Aqui as tranças ficam bem encaixadas, ou seja, o cabelo é dividido em blocos quadrados e trançados com algum tipo de fibra sintética. Por ser tão trabalhada e dependendo da trancista, pode ser que o penteado demore até 12 horas para ser finalizado. É bastante tempo, mas vale a pena.

modelo com box braids

Quanto as fibras a serem escolhidas, há várias opções no mercado hoje em dia para escolher, como:

  • Jumbo: para quem quer um visual natural, já que a fibra imita o cabelo natural;
  • Kanekalon: para quem quer muito brilho e tranças finas;
  • Lã: para quem quer apostar em uma trança colorida, com grande variação de cores;
  • Crochê: para quem não quer se incomodar com o peso do cabelo, sendo muito levinha!

É importante ressaltar que esse tipo de trança não resseca e nem danifica o cabelo, se ele já estiver saudável, ok? Só trance se seu cabelo não estiver quebradiço.

5. Twists

A trança twist faz o uso de apenas duas mechas no lugar de três para fazer o trançado. Aqui elas são torcidas e unidas, para dar mais volume, usá-se a fibra marley.

modelo com trança twist

Ela é ótima para quem está passando por transição capilar e deseja trançar o cabelo até que ele esteja mais uniforme com uma só curvatura, sem a parte alisada, sabe?

Como cuidar do cabelo trançado?

Para a sua trança durar o maior tempo possível de forma que fica bem linda e não danifique a saúde capilar, amiga, é imprescindível que você cuide muito bem dela, hein? Para isso, se liga só nessas dicas que trouxemos para você não esquecer:

  • Durma com touca de cetim para as tranças não se desmancharem com a fricção da cabeça no travesseiro;
  • Ao lavar o cabelo com shampoo, use o produto apenas no couro cabeludo, massageie e o enxágue bem;
  • Caso tenha as pontas das tranças naturais, use também condicionador ao lavar;
  • Opte por soluções oleosas para diminuir o frizz das tranças, como óleo de coco, argan e mirra;
  • Não esqueça de fazer manutenção para refazer as tranças se necessário;
  • Após um tempo, desfaça as tranças para o cabelo descansar da tensão.

Já escolheu a sua?

Agora é só optar por aquele tipo de trança que você mais se identificou. O legal é que é super possível você ir testando diferentes variações para sempre invar no visual, né? Afinal os estilos variam muito!

Outra forma de estilizar os cabelos de curvatura B, C e D é por meio de fitagem. Confira nosso conteúdo que conta tudo sobre essa técnica, suas vantagens e os tipos para você aplicar na sua rotina. Até lá!

compartilhe