blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

Hair oiling: a técnica capilar que se tornou tendência

Você conhece a técnica hair oiling? Ele está muito em alta nas redes sociais, e, hoje, você vai descobrir as raízes históricas dessa trend. Veja!

Redação Océane

23/02/2024

4 min de leitura

Redação Océane

4 min de leitura

mulher aplicando um produto em óleo no cabelo

Quem está antenado no universo do TikTok certamente já se deparou com uma tendência que conquistou corações e cabeças — literalmente. Estamos falando do hair oiling, uma prática que se tornou uma verdadeira sensação nas redes sociais, prometendo cabelos mais hidratados, macios e livres de frizz.

mulher aplicando um produto em óleo no cabelo

Curiosamente, essa técnica, que também ganhou notoriedade como scalp oiling, possui raízes mais profundas do que podemos imaginar, remontando a práticas antigas da medicina ayurvédica indiana e influências de outras culturas asiáticas. Gostou da ideia de entender mais sobre essa técnica? Então, continue a leitura e veja!

A história do hair oiling

A prática ancestral do hair oiling, enraizada na tradição ayurvédica, transcende a mera estética capilar. Transmitido de geração em geração, esse ritual envolve a aplicação delicada de óleo no couro cabeludo e nos fios, seguida por uma massagem terapêutica. Além de nutrir os cabelos, a prática busca proporcionar relaxamento e fortalecer os laços familiares.

A simplicidade da escolha de ingredientes, como óleos de coco e azeite, destaca a autenticidade do processo. O uso de recursos acessíveis conecta a prática à natureza e enriquece o ritual com significado. Mais do que um hábito de beleza, essa tradição torna-se um ato simbólico de cuidado e carinho com seus cabelos.

Assim, ao fazer esse método, não apenas existe uma busca para aprimorar a saúde dos cabelos, mas também de ser inserido em uma narrativa mais ampla de sabedoria e afeto transmitidos por gerações. Cada gota de óleo se torna parte integrante da rica tradição capilar.

O processo do hair oiling

Desvendar o processo do scalp oiling revela uma abordagem simples e benéfica para a saúde capilar. Ao integrar essa prática, o óleo essencial é aplicado no couro cabeludo e nos fios, seguido por uma massagem suave para facilitar a distribuição uniforme, estimulando a circulação sanguínea.

Após essa etapa, o óleo precisa agir por algumas horas, ou durante a noite, antes de lavar os cabelos. Essa pausa favorece a penetração de nutrientes nos fios, proporcionando hidratação profunda. O ritual torna-se uma prática semanal, conferindo uma verdadeira indulgência aos cabelos.

Ao adotar o hair oiling, você não apenas nutre seus cabelos, mas também reserva um momento de cuidado com os cabelos. A conexão entre a aplicação do óleo, a massagem e a espera tranquila cria um ritual terapêutico, proporcionando benefícios duradouros à saúde e à beleza dos cabelos.

Poderosa alquimia: a mistura de óleos essenciais

Enquanto a ayurveda sugere o uso de óleo de gergelim nas estações frias e óleo de coco nas estações mais quentes, a adição estratégica de óleos essenciais potencializa os efeitos do tratamento. Óleos como alecrim, melaleuca, patchouli e hortelã-pimenta oferecem propriedades distintas, desde estimular o crescimento dos fios até tratar a oleosidade excessiva e prevenir queda capilar.

O óleo de alecrim, conhecido por fortalecer o sistema circulatório, é eficaz na prevenção da queda capilar. Por outro lado, o óleo de melaleuca possui propriedades antifúngicas e anti-inflamatórias, sendo ideal para tratar oleosidade excessiva, caspa, seborreia e dermatites.

Já o óleo de patchouli, além de sua ação anti-inflamatória, regenera tecidos e tem propriedades hidratantes, enquanto o óleo de hortelã-pimenta estimula o fluxo sanguíneo e o crescimento dos fios, prevenindo a queda capilar.

óleo finalizador da oceane

Explorando os múltiplos benefícios do hair oiling

Nos aprofundando nos benefícios do hair oiling, percebemos que vai além da simples melhoria estética. Além de proporcionar hidratação, maciez e fortalecimento, essa prática tem um impacto significativo na circulação sanguínea do couro cabeludo, otimizando a distribuição eficaz de nutrientes para os fios.

Ao praticar essa tendência, você está, portanto, promovendo uma abordagem holística para o bem-estar capilar e mental. Além dos resultados visíveis, estamos nutrindo a raiz do cabelo. Essa conexão entre a tradição, a ciência e o aspecto espiritual transforma essa técnica em mais do que um mero tratamento capilar, tornando-a um ritual enriquecedor para corpo e mente. Muito interessante, né?

Hair oiling vs. umectação capilar

Ao explorar as práticas de cuidados capilares, destaca-se a diferença principal entre o hair oiling e a umectação capilar, ambos centrados no uso de óleos. No processo de scalp oiling, os óleos vegetais servem como veículo para diluir óleos essenciais, visando combinar benefícios específicos.

Já na umectação capilar, a ênfase está nos óleos vegetais como principais ativos, sem adição de óleos essenciais. A escolha entre essas técnicas depende da preferência e dos objetivos individuais, oferecendo abordagens distintas para nutrir e revitalizar os cabelos.

Em resumo, o hair oiling transcende as tendências do TikTok, revelando-se como uma prática enraizada em tradições antigas, oferecendo uma jornada holística para a saúde e beleza capilar.

Experimente essa alquimia capilar e descubra os benefícios transformadores que ela pode proporcionar aos seus cabelos, revitalizando não apenas a aparência, mas também a saúde de seus fios. Investir no cuidado capilar é uma forma de autocuidado que pode se tornar um ritual sagrado, proporcionando bem-estar não apenas aos cabelos, mas também à mente e ao espírito.

Até a próxima!

compartilhe