blog

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

blog

Logo oceane
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
experts

Mindfulness: o que é, benefícios e técnicas para praticar

Essa técnica visa estar consciente e atento ao momento presente intencionalmente e sem julgamentos. Descubra o que é mindfulness e como praticar!

Redação Océane

21/03/2024

6 min de leitura

Redação Océane

6 min de leitura

mulher sentada ao chão praticando mindfulness

duas mulheres meditando

Quem está começando a entender como meditar, com certeza, já ouviu falar em atenção plena. O mindfulness é uma técnica que consiste em estar presente, ou seja, atento ao momento vivido agora.

Nessa atividade, o praticante presta atenção ao que está acontecendo dentro e ao seu redor, sem se deixar levar por pensamentos sobre o passado e/ou o futuro. Parece fácil, né? Mas os nossos pensamentos vivem viajando para tão longe do presente que isso pode ser um desafio.

Mas temos uma boa notícia para quem acha impossível alcançar a atenção plena: a prática é a chave para cultivar uma maior consciência e aceitação das experiências presentes. No post de hoje, iremos desvendar tudo sobre o mindfulness: o que é, vantagens e como praticar. Conheça!

Qual o significado de mindfulness?

O significado de mindfulness é a consciência profunda, que nada mais é do que um estado de concentração na vivência atual. A gente sabe que, ao pararmos para viver o momento atual, somos invadidos por diversos pensamentos, como aqueles que revivem o passado ou se antecipam com o futuro.

Funciona como uma câmera, em que o nosso foco está totalmente voltado nos pontos principais da paisagem: nossas sensações, pensamentos e emoções. Mas tudo isso deve ser feito sem julgamentos e praticando a autoaceitação.

Sendo assim, podemos dizer que o objetivo do mindfulness é desenvolver uma maior clareza mental, equilíbrio emocional e uma relação mais saudável com as experiências da vida — uma prática saudável para o corpo e para a mente!

3 benefícios da atenção plena para o corpo e a mente

A consciência plena já ganhou notoriedade em diversos estudos das áreas de psicologia, saúde pública, neurociência, educação e medicina. Alguns trabalhos científicos demonstram resultados satisfatórios no controle do estresse, da ansiedade, na melhora da insônia e de dores crônicas¹.

Selecionamos 3 principais vantagens do mindfulness quando praticado constantemente e vamos explicar tudo sobre cada tópico, confira:

1. Reduz o estresse

Lembra que comentamos sobre a atenção plena focar no agora? Esse é o principal fator que ajuda no controle do estresse e da ansiedade. Isso ocorre porque, ao focarmos no presente, nos desligamos das preocupações relacionadas ao passado e ao futuro.

Além disso, o exercício contribui para o autoconhecimento ao mesmo tempo que pratica autoaceitação, porque envolve uma atitude de consentimento livre de julgamentos em relação aos pensamentos, emoções e sensações vivenciadas.

Você ainda pode explorar a aromaterapia durante as sessões de meditação, usando óleos essenciais que agem para relaxar o corpo e diminuir os sintomas do estresse e da ansiedade. Nesses casos, as melhores fragrâncias são lavanda, sândalo, tangerina, laranja doce e patchouli.

2. Melhora a saúde mental

A consciência plena visa quebrar os padrões cíclicos de pensamentos negativos e estimula o praticante a focar no agora. Isso ajuda, e muito, a equilibrar o nosso emocional, principalmente nos fatores relacionados a quadros depressivos, de ansiedade e de estresse¹.

Outro fator importantíssimo que podemos citar aqui é a melhora na resiliência, que nada mais é do que a nossa capacidade de lidar com adversidades e desafios assertivamente. Essa prática ajuda a desenvolver a resiliência para enfrentarmos e aceitarmos melhor os obstáculos da vida.

3. Aumenta a atenção e concentração

Sabe quando você senta para realizar uma atividade, como uma lição da faculdade ou mesmo desempenhar uma tarefa do trabalho, e não consegue se concentrar? Nessa situação, qualquer conversa paralela ou até um mosquito passando no ar são fatores suficientes para distração.

Se isso ocorre com você, saiba que o mindfulness é uma ótima prática para mudar essa situação, porque ele treina o seu cérebro para se concentrar no que você deseja rapidamente². E, o melhor, esse treinamento fortalece a capacidade da mente de permanecer concentrada por períodos mais longos.

Você pode explorar outras alternativas para ampliar a sua concentração, como os óleos essenciais de hortelã com pimenta, eucalipto e bergamota.

Técnicas do mindfulness: um guia para alcançar a atenção plena

Ao ler tudo isso, você deve estar se questionando como praticar o mindfulness. Como citamos antes, é um exercício constante no qual os praticantes vão se aperfeiçoando a cada sessão.

Por isso, não fique frustrado se não rolar nas primeiras tentativas, são nelas que somos mais invadidos por pensamentos indesejados. É nesse momento que você precisa respirar fundo e praticar a autoaceitação sem julgamentos. Para ficar mais claro, selecionamos o passo a passo com técnicas de atenção plena para praticar a meditação mindfulness. Prepare o print!

1. Mantenha a atenção à respiração

O primeiro passo para iniciar a sua sessão de mindfulness é encontrar um local tranquilo para realizar a prática. Crie um ambiente aconchegante por meio da aromaterapia, podem ser usadas velas perfumadas e óleos essenciais para isso.

Sente-se confortavelmente, e não se preocupe em seguir padrões de como se portar na meditação, prefira ficar aconchegante à sua maneira. Após isso, comece a prestar atenção à sensação da respiração, para isso, foque no movimento do ar entrando e saindo pelas narinas ou sinta o movimento do corpo, como abdômen ou peito, conforme você respira.

2. Aceite os pensamentos sem julgá-los

Quando sentar no seu tapete de yoga ou outro lugar confortável e respirar, provavelmente, você será bombardeado por diversos pensamentos, sejam vivências passadas ou preocupações futuras. O seu papel aqui será aceitar esses raciocínios sem julgá-los, abrace essas ideias e volte sua atenção ao presente.

Explore diferentes técnicas para entender qual te deixa mais confortável, algumas ideias é focar em uma música relaxante, na respiração ou nos sons ambientes. Lembre-se da essência do mindfulness, que é desenvolver relacionamentos saudáveis com os pensamentos e não eliminá-los, sendo assim, cultive a autoaceitação sempre.

3. Observe os sentidos

Até aqui, você já compreendeu o que é mindfulness e que, nessa prática, devemos explorar quase todos os sentidos corporais, como a audição, o tato, o olfato e, até mesmo, a visão pode ser usada na prática. Selecionamos alguns recursos que vão aflorar todas essas sensações:

  • Audição: playlists calmas, como sons da natureza e músicas tranquilas;
  • Tato: sentir o toque com o chão e com o próprio corpo;
  • Olfato: perfumes vindos de óleos essenciais e velas aromáticas;
  • Visão: cores, formas, padrões e movimentos que ocorrem à sua volta.

4. Redirecione a atenção

Durante o turbilhão de pensamentos, pratique o redirecionamento da atenção para o presente. Isso pode parecer difícil nas primeiras sessões, mas o exercício constante ensinará ao cérebro a fazer isso naturalmente, em outras palavras, você alcançará o estado de atenção plena com maior facilidade com o passar do tempo.

Chegamos ao fim deste post completo sobre a consciência plena, por aqui, você descobriu o que é mindfulness, significado, benefícios e os passos para realizar a prática. Aproveite para se aprofundar por outras formas de autocuidado como fazer um spa day em casa. Nos vemos no próximo post, até lá!

Referências

¹ OLIVEIRA, D. R. A. DE. Mindfulness: benefícios científicos da técnica de atenção plena. Disponível em: https://www.injq.com.br/single-post/mindfulness-beneficios-cientificos-tecnica-atencao-plena. Acesso em: 4 mar. 2024.

² Prática de mindfulness pode transformar o cérebro e promover saúde. Disponível em: https://www.med.puc-rio.br/notcias/2018/6/13/prtica-de-mindfulness-pode-transformar-o-crebro-e-promover-sade. Acesso em: 4 mar. 2024.

compartilhe